A senhora Amélia conhece todos


Partilhar:

Um advogado faz uma pergunta a uma idosa num tribunal. Mas não esperava esta resposta.

Durante um julgamento numa pequena cidade, o advogado de acusação chamou a sua primeira testemunha, uma velhinha de idade avançada. Ela sentou-se no banco e ele aproximou-se da testemunha e perguntou:

– Sra. Amélia, você conhece-me?

Ao que a velhota responde:

– Claro que te conheço. Conheço-te desde pequenino e, francamente, desiludiste-me. Mentes descaradamente, enganas a tua mulher, manipulas as pessoas e falas mal delas pelas costas. Julgas que és uma grande coisa mas eu nem para limpar fossas te contratava. Claro que te conheço, e bem!

O advogado ficou branco e sem saber o que fazer. Depois de pensar um pouco apontou para a outra ponta da sala e perguntou: – Sra Amélia, conhece o advogado de defesa? Responde a velhinha:

– Claro que sim. Também o conheço desde a infância. É frouxo, tem problemas com a bebida, não consegue ter uma relação normal com ninguém e como advogado bem… é um dos piores que já vi. Também sei que engana a mulher com três mulheres diferentes, uma das quais, curiosamente, é a tua mulher. Sim, conheço-o. Claro que sim.

– O advogado de defesa ficou em estado de choque.

O juiz chamou ambos os advogados para lhes dar uma palavra, e com uma voz muito baixinha disse-lhes:

– Se algum dos dois perguntar à velha se me conhece, juro que vão os dois presos.

Anedota enviada por João Fernandes.

Alentejano sempre protegido!


Partilhar:

Dois alentejanos baixam as calças junto a um chaparro para urinar e diz um deles:
– Oh compadre.. O que é isso aí enfiado na gaita?
– É um preservativo!
– Um preservativo? Já ouvi falar nisso.
– Serve para proteger da Sida. Ando sempre com ele enfiado!
– Sempre? Todo o dia?
– Sim, de manhã à noite. Só o tiro para mijar e ir às p*tas!

Anedota enviada por Vaca Galo.

Promoção especial na paróquia


Partilhar:

Um padre recebeu um pedido urgente para ministrar a extrema-unção e como não podia deixar o confessionário vazio, pediu ao rabino vizinho, seu amigo, que ficasse no seu lugar.
— Você também é um sacerdote do mesmo Deus e acredito que não haverá problemas. Ouça umas confissões comigo e você vê como é que se faz.
O rabino sentou-se ao seu lado e observou cuidadosamente enquanto o padre recebia as confissões.
— Padre, eu cometi adultério.
— Quantas vezes?
— Três vezes.
— Reze duas avé-marias, ponha cinco euros na caixa das esmolas e não peque mais.
Mais tarde, outra mulher confessa ter cometido adultério.
— Quantas vezes? — pergunta o padre.
— Três vezes.
— Reze duas avé-marias, ponha cinco euros na caixa das esmolas e não peque mais.
Mais algumas confissões e o rabino declara-se capaz de substituir o padre e, momentos mais tarde, recebe a primeira senhora no confessionário.
— Padre, eu cometi adultério — confessa ela ao rabino.
— Quantas vezes?
— Ora, uma vez!
— Então vá lá e faça mais duas vezes, que estamos com uma promoção especial esta semana: três por cinco euros!

Anedota enviada por Vaca Galo.

Engenheiros e o carro


Partilhar:

Estavam 3 engenheiros num carro até que este avaria.
Diz o Eng. Mecânico:
– Isto é um problema mecânico, provavelmente a válvula.
Diz o Eng. Electrotécnico:
– Isto é definitivamente um problema eléctrico, um curto-circuito em qualquer sítio.
Diz o Eng. Informático:
– E se saíssemos e voltássemos a entrar?

Anedota enviada por Paco Nassa.

Tudo o que a mulher não usava


Partilhar:

A mulher chega a casa e encontra o marido, na cama, com outra, 25 anos, bonita, com tudo no sítio, bronzeada, cheia de amor para dar.
Arma o maior escabeche, mas o marido interrompe-a:
– Antes deverias ouvir como tudo isto aconteceu! Encontrei esta jovem na rua, maltrapilha, cansada e esfomeada. Então, com pena do estado dela, trouxe-a para casa.
– Servi-lhe o jantar que tu não comeste no dia anterior com a mania das dietas, guardei o jantar no frigorífico, lembras-te?
– Ela estava descalça, então dei-lhe aquele par de sapatos que, como foi a minha mãe que te deu, nunca usaste.
– Ela estava com sede e eu servi-lhe aquele vinho que estava guardado… Para aquele sábado que prometeste mas que nunca chega… Pois, dói-te a cabeça, estás cansada e tens muito que fazer.
– As calças estavam rasgadas, dei-lhe aquele par de jeans quase novo, que ainda estava em perfeito estado, mas não te servia.
– Como ela estava suja, aconselhei-a a tomar um banho. No final, dei-lhe aquela perfume francês novinho que nunca usaste porque não era a tua marca favorita.
Então quando já estava saciada perguntou: – Senhor, não tem mais nada que a sua esposa não use?
– Nem respondi!! Dei logo!!!

Anedota enviada por Berlusconadas.

1 de 7412345678...Fim »