A senhora Amélia conhece todos


Partilhar:

Um advogado faz uma pergunta a uma idosa num tribunal. Mas não esperava esta resposta.

Durante um julgamento numa pequena cidade, o advogado de acusação chamou a sua primeira testemunha, uma velhinha de idade avançada. Ela sentou-se no banco e ele aproximou-se da testemunha e perguntou:

– Sra. Amélia, você conhece-me?

Ao que a velhota responde:

– Claro que te conheço. Conheço-te desde pequenino e, francamente, desiludiste-me. Mentes descaradamente, enganas a tua mulher, manipulas as pessoas e falas mal delas pelas costas. Julgas que és uma grande coisa mas eu nem para limpar fossas te contratava. Claro que te conheço, e bem!

O advogado ficou branco e sem saber o que fazer. Depois de pensar um pouco apontou para a outra ponta da sala e perguntou: – Sra Amélia, conhece o advogado de defesa? Responde a velhinha:

– Claro que sim. Também o conheço desde a infância. É frouxo, tem problemas com a bebida, não consegue ter uma relação normal com ninguém e como advogado bem… é um dos piores que já vi. Também sei que engana a mulher com três mulheres diferentes, uma das quais, curiosamente, é a tua mulher. Sim, conheço-o. Claro que sim.

– O advogado de defesa ficou em estado de choque.

O juiz chamou ambos os advogados para lhes dar uma palavra, e com uma voz muito baixinha disse-lhes:

– Se algum dos dois perguntar à velha se me conhece, juro que vão os dois presos.

Anedota enviada por João Fernandes.

Alentejano sempre protegido!


Partilhar:

Dois alentejanos baixam as calças junto a um chaparro para urinar e diz um deles:
– Oh compadre.. O que é isso aí enfiado na gaita?
– É um preservativo!
– Um preservativo? Já ouvi falar nisso.
– Serve para proteger da Sida. Ando sempre com ele enfiado!
– Sempre? Todo o dia?
– Sim, de manhã à noite. Só o tiro para mijar e ir às p*tas!

Anedota enviada por Vaca Galo.

Promoção especial na paróquia


Partilhar:

Um padre recebeu um pedido urgente para ministrar a extrema-unção e como não podia deixar o confessionário vazio, pediu ao rabino vizinho, seu amigo, que ficasse no seu lugar.
— Você também é um sacerdote do mesmo Deus e acredito que não haverá problemas. Ouça umas confissões comigo e você vê como é que se faz.
O rabino sentou-se ao seu lado e observou cuidadosamente enquanto o padre recebia as confissões.
— Padre, eu cometi adultério.
— Quantas vezes?
— Três vezes.
— Reze duas avé-marias, ponha cinco euros na caixa das esmolas e não peque mais.
Mais tarde, outra mulher confessa ter cometido adultério.
— Quantas vezes? — pergunta o padre.
— Três vezes.
— Reze duas avé-marias, ponha cinco euros na caixa das esmolas e não peque mais.
Mais algumas confissões e o rabino declara-se capaz de substituir o padre e, momentos mais tarde, recebe a primeira senhora no confessionário.
— Padre, eu cometi adultério — confessa ela ao rabino.
— Quantas vezes?
— Ora, uma vez!
— Então vá lá e faça mais duas vezes, que estamos com uma promoção especial esta semana: três por cinco euros!

Anedota enviada por Vaca Galo.

2 de 212