Anedota do prisioneiro maluco


Partilhar:

Um tipo vai para a cadeia. Ao fim de um mês já tinha arrancado três dentes, cortado um dedo fora na cozinha e, mais tarde, foi preciso extraírem-lhe o apêndice.
Diz um guarda para outro:
– É melhor vigiarmos este de perto… Acho que está a tentar fugir aos bocados.

Anedota enviada por Alfredo.

Comentar!