Supositório de pimenta


Partilhar:

Um alentejano montado num burro por uma estrada fora. A determinada altura o burro parou.
Diz o homem:
– Este burro filho da p… parou e é que vou ter de levar a carga toda. Vou falar com o mecânico. Se ele põe um carro a andar deve também. fazer andar um burro.
E dirigiu-se a uma oficina próxima.
– Sr. mecânico, o mê burro parou, não quer andar e preciso de sua ajuda.
– Sr. Chico, eu vou dar-lhe 2 supositórios, 1 de pimenta e outro de malagueta. Você mete o 1º no rabo do burro. Se ele ainda assim não andar, mete-lhe o de malagueta. Mas, cuidado, que ele pode acelerar demais…
– Tá bem, amigo, vô seguir os sês conselhos…
No outro dia…
– Então, sr. Chico, o burro andou?
– Se andou? P… que o pariu… pus-lhe o 1º supositório no cú e ele saiu desembestado. Se não meto o de malagueta no meu, nunca mais o apanhava!!

Anedota enviada por Oscar Alhão.

Alentejano sempre protegido!


Partilhar:

Dois alentejanos baixam as calças junto a um chaparro para urinar e diz um deles:
– Oh compadre.. O que é isso aí enfiado na gaita?
– É um preservativo!
– Um preservativo? Já ouvi falar nisso.
– Serve para proteger da Sida. Ando sempre com ele enfiado!
– Sempre? Todo o dia?
– Sim, de manhã à noite. Só o tiro para mijar e ir às p*tas!

Anedota enviada por Vaca Galo.

Alentejanos e as palavras cruzadas


Partilhar:

Um alentejano, comprou um jornal e no fim de o ler, põe-se a fazer as palavras cruzadas. A uma dada altura, vira-se para um amigo:
-Compadri, pode-me ajudari?
-Atão o que é que queri? Nã sabe leri?
-Sei, mas estou a fazeri as palavras cruzadas…
-Mas queri ajuda?
-Quero sim
– É assim: aqui diz “Órgão sexuali femenino, com 4 letras”, já descobri a 2ª é o O e a 4ª letra é A. O que é que será?
-Depende, é horizontali ou verticali?
Ao fim de algum tempo responde-lhe:
-É horizontali…
Então responde-lhe prontamente o outro:
-Atão vomecê na sabe que é a boca?

Anedota enviada por Zeca Galhão.

O alentejano e o espanhol


Partilhar:

Tinha acabado de chegar ao Alentejo uma excursão de espanhóis.
Ao verem um alentejano, o guia feito esperto, decide ir gozar com o alentejano.
Então comunica aos passageiros:
– Ahora me voy hablar con ese portugues alentejano…
Vai ter com o alentejano e diz:
– Hola, como te llamas?
– Toino… – Responde o alentejano.
– Yo también me llamo Antonio! Cual és tu profesión?
– Sou músico… – Responde o alentejano.
– Yo también soy musico… Y que tocas?
Desconfiado, o alentejano lá continua a responder:
– Toco trompete e tu?
– Yo también toco trompete. – e acrescenta – Una vez fue a la Fiesta de Nuestra Señora de los Remédios y toqué tan bien, que a Señora bajó del andor y empezó a llorar.
O alentejano já a topar que o espanhol estava a gozar com ele, responde:
– E ê fui uma vez à Festa do Senhor dos Passos e toquei tan bem, tan bem, que o Senhor largou a cruz, agarrou-se a mim e disse-me:
– “Ah, g’anda Toino! Tocaste melhor que o cabrão do espanhol que fez chorar a minha mãezinha…

Anedota enviada por Euclides.

Alentejano nas meninas


Partilhar:

Um alentejano foi a uma casa de “meninas”, e levou para o quarto três delas.
Entretanto entra a polícia e grita:
– O que se passa aqui, quem são vocês?
Diz uma delas:
– Eu sou cabeleireira.
Diz a outra:
– Eu sou manicure.
Por fim, diz a terceira:
– Eu sou pedicure.
Diz o alentejano espantado:
– Maaauuu… querem ver que a p**a aqui sou eu !!!

Anedota enviada por Amilcar Alhão.

1 de 41234