Caranguejos e o pão com chouriço


Partilhar:

Dois caranguejos encontram um chouriço e um deles declara:
– Vamos comê-lo!
E diz o outro:
– Vamos… Mas olha, isto era bom era se tivéssemos um pãozito para acompanhar!
– Pois era, mas onde é que vamos agora arranjar o pão?
– Tu vais procurá-lo e eu fico aqui a guardar o chouriço!
– Ah, não! Eu já te conheço! Mal eu fosse buscar o pão tu comias o chouriço sozinho!
– Não como nada! Eu só fico aqui a guardá-lo para ninguém o comer! Eu espero por ti!
– Hum… Não sei se devo confiar em ti…
– Confia, confia! Vá, vai lá buscar o pão!
– Pronto, está bem! Mas que nem te passe pela cabeça comeres o chouriço sozinho!
– Não te preocupes!
O caranguejo lá vai e o outro fica a guardar o chouriço, com as tenazes no ar.
Passa-se uma hora, duas, três, uma tarde, um dia, dois dias, três dias, uma semana, duas, um mês, dois, três, um ano, dois…
Finalmente o caranguejo lá se apercebe que o amigo já não vem e decide comer o chouriço sozinho.
Mal ele baixa uma tenaz para dar o primeiro corte no chouriço, salta o outro caranguejo detrás de uma pedra a gritar:
– Ahh Ah! Eu sabia!!! Já não vou buscar o pão!

Anedota enviada por Vaca Galo.

O rapaz, o mulherão e o camelo


Partilhar:

Estava um rapaz perdido no deserto. Quando ele foi tentar montar o camelo, ele se ajeitava todo e na hora H arredava um pouco. Então andando ele encontrou um mulherão sendo engolida pela areia movediça. Ele a salvou e depois ela disse:
– Peça o que voce quiser que eu faço… O cara sem pensar falou:
– Será que você não podia segurar o camelo aqui so um minutinho para mim…

Anedota enviada por Wanderley.

Pulga e o elefante malcriado


Partilhar:

Um elefante pisa uma pulga!
A pulga sai debaixo da pata do elefante e, refilando, olha para ele e diz-lhe:
– Gostavas que te fizesse o mesmo?!?!

Anedota enviada por Q-oito.

Papagaio de preto


Partilhar:

Tinha um papagaio na porta da barbearia.
Sempre que a Dona Ana passava por lá ele falava: “Oi Piranha!”
Ela já farta, um dia queixou-se ao dono da barbearia e ele resolveu dar um castigo no papagaio.
Pintou o papagaio todo de preto…
Dois dias depois a Dona Ana passou na porta e o papagaio pintado de preto, não disse nada…
Curiosa e rindo muito, ela perguntou para ele:
– Então… não vai dizer nada hoje?
E o papagaio respondeu tranquilamente:
– Quando estou de smoking não falo com piranha!

Anedota enviada por “Moça Fada”.

Caracol atropelado por tartaruga


Partilhar:

Um caracol estava a atravessar a estrada e foi atropelado por uma tartaruga.
Quando acordou, encontrava-se nas urgências do hospital, perguntaram-lhe o que tinha acontecido, ao que ele respondeu:
– Como querem que eu saiba?!
– Foi tudo tão depressa!!