Divórcio judeu


Partilhar:

Um pai de família judeu chama o seu filho, na véspera do Ano Novo da sua religião e diz-lhe:
– José, eu odeio ter que estragar o teu dia, mas tenho que te dizer que eu e a tua mãe vamos-nos divorciar, depois de 45 anos juntos.
– Pai, o quê?! – grita o filho.
– Não conseguimos olhar um para o outro – disse o pai, e completou: – vamos nos separar e acabou. Liga para a tua irmã Raquel e conta-lhe.
Desvairado, o rapaz liga para a irmã e esta explode ao telefone:
– Eles não se podem divorciar!! Chama o pai ao telefone!
Quando o velho atendeu ela disse, gritando:
– Não façam nada até nós chegarmos amanhã. Vou chamar o meu marido, que está em viagem, e amanhã mesmo estaremos aí, ouviu?! – e bateu o telefone sem deixar o pai responder nada.
O velho colocou o telefone no sítio, virou-se para a mulher e sorridente disse:
– OK Sara, eles virão para o Ano Novo e não teremos que pagar as viagens!!!

Anedota enviada por Panqueca.

Comentar!