Filho no hospital


Partilhar:

Duas amigas encontram-se e uma delas pergunta:
– Então, como é que está o teu filho?
– Está no hospital. – responde a outra.
– Mas é muito grave?! O que é que lhe aconteceu? – pergunta a outra um pouco exaltada.
– Não, formou-se em Medicina!

Anedota enviada por Xibanga.

No curso de medicina


Partilhar:

Numa faculdade de medicina o professor diz:
– Os médicos têm que aprender duas coisas importantes:
Primeiro, ter muita atenção;
Segundo, nem um pouco de nojo podem ter. Por isso, vamos fazer um teste.
Trouxeram um cadáver e o professor enfiou o dedo no cu do morto; lambeu o dedo e mandou todos fazerem o mesmo.
Todos se entre-olharam, com cara de nojo, mas fizeram o mesmo.
Depois de todos terem lambido o dedo, o professor disse:
Óptimo! Nojo vocês não têm.

Agora só falta a ATENÇÃO, pois eu enfiei um dedo e lambi outro… 😀

Paralítico para o cego


Partilhar:

mudo cego

Vira-se o paralítico para o cego:
Paralítico: – Cara, olha que gostosa!
Cego: – Corre atrás dela então!

A mulher do ginecologista


Partilhar:

Um ginecologista aguarda pela sua última paciente que nunca mais chega. Depois de uma hora, ele resolve beber um sumo e relaxar.
Ele senta-se numa poltrona para ler o jornal até que toca a campainha.
Era a paciente que acaba de chegar embaraçada, pedindo desculpas pelo atraso.
– Não tem importância. — responde o médico — Olhe, eu estava a beber um sumo enquanto a esperava. Quer um também para relaxar?
– Aceito com prazer! — responde a paciente aliviada.
Ele serve-lhe um copo, senta-se na sua frente e começam a conversar. De repente ouve-se um barulho de chave na porta do consultório.
O médico leva um susto, levanta-se e diz:
– É a minha mulher?!?!
– E agora?! – pergunta a paciente
– Rápido, tire a roupa e abra as pernas! Antes que ela nos veja aqui e pense algo de errado…

A sogra não fala comigo


Partilhar:

Um homem vai ao psiquiatra e pergunta-lhe o doutor:
– Qual é o seu problema?
– Bem… é que eu tive uma discussão com a minha sogra e ela disse-me que não falaria comigo durante um mês. – responde o paciente.
E o psiquiatra:
– Para muitos, isso não é problema. Muito pelo contrário…
– Só que para mim é um grande problema!
– Mas porquê? –
Quis saber o psiquiatra.
– É que o prazo termina hoje!

4 de 512345