Árbitros e a injustiça da vida


Partilhar:

Estes árbitros são o reflexo do quão injusta pode ser a vida… A do lado esquerdo sai ao pai.

arbitros injusto

O DNA da cena do crime


Partilhar:

O advogado diz ao cliente:
– Tenho boas e más notícias…
– Dê-me primeiro as más…
– O DNA do seu sangue condiz com o da cena do crime.
– Não pode?! Então e as boas?
– O seu colesterol baixou!

Anedota enviada por Cão Galhão.

Compras de Natal


Partilhar:

O juíz interroga o réu:
– Ora então de que é que o senhor está a ser acusado?
– De fazer as compras de Natal antes do tempo…
– Fazer as compras de Natal antes do tempo? Mas isso não é crime nenhum! Ora essa… Com que antecedência é que o senhor fazia as compras?
– Umas horas antes da loja abrir…

Anedota enviada por Cão Galhão.

Abrandar ou parar?


Partilhar:

O advogado passa pelo sinal STOP sem parar.
Logo de seguida, é mandado parar por um GNR:
– Documentos, por favor.
– Mas porquê? Fiz algo errado? Eu abrandei, e como não vinha ninguém…
– Exacto. O senhor abrandou. Documentos, por favor.
– Mas há alguma diferença entre abrandar e parar? Olhe, fazemos o seguinte… Se o senhor conseguir explicar a diferença legal entre parar e abrandar, o senhor multa-me e eu pago a multa com muito gosto. Se não conseguir, deixa-me seguir. Que lhe parece?
– Muito bem… Pode sair da viatura, por favor?
O advogado sai da viatura, o GNR puxa do cacetete e começa a desancar violentamente o advogado, batendo-lhe com toda a força em todas as partes do corpo.
Enquanto o advogado grita de dor e se encolhe, o GNR começa a gritar:
– Quer que pare ou quer que abrande?

Bom e muito bom advogado


Partilhar:

Qual é a diferença entre um advogado bom e um advogado muito bom?
O advogado bom conhece a lei; o advogado muito bom conhece o juíz.