Diferença entre abrandar e parar


Partilhar:

O advogado passa pelo sinal STOP sem parar.
Logo de seguida, é mandado parar por um GNR:
– Documentos, por favor.
– Mas porquê? Fiz algo errado? Eu abrandei, e como não vinha ninguém…
– Exacto. O senhor abrandou. Documentos, por favor.
– Mas há alguma diferença entre abrandar e parar? Olhe, fazemos o seguinte… Se o senhor conseguir explicar a diferença legal entre parar e abrandar, o senhor multa-me e eu pago a multa com muito gosto. Se não conseguir, deixa-me seguir. Que lhe parece?
– Muito bem… Pode sair da viatura, por favor?
O advogado sai da viatura, o GNR puxa do cacetéte e começa a desancar violentamente o advogado, batendo-lhe com toda a força em todas as partes do corpo.
Enquanto o advogado grita de dor e se encolhe, o GNR começa a gritar:
– Quer que pare ou quer que abrande?

100 euros por centímetro


Partilhar:

O Exército decide dar prémios aos seus soldados.
Cada militar tem que escolher dois pontos no corpo e recebe 100 euros por cada centímetro de distância entre eles.
O primeiro pede para ser medido da ponta dos pés até ao topo da cabeça.
1m80, 18,000 euros.
O segundo pede para ser medido da ponta dos pés até às pontas das mãos.
Estica-se todo, 2m10, 21,000 euros.
O terceiro, um soldado já velhote, diz:
– Da ponta da gaita até aos testículos!
– Ora… Guarde lá as graçolas para as raparigas. Diga lá de onde a onde é que vai ser.
– Já disse! Da ponta da gaita até aos testículos! Toca a medir!
– Pronto, está bem. Se é assim que quer, seja!
O soldado baixa as calças, o médico começa a desenrolar a fita e diz:
– Ui… Onde é que estão os seus testículos?
– Em Angola! Vá, vai desenrolando!